[TAG] Liebster Award



Olá gente, hoje o post é diferente, essa é a primeira vez que respondo uma TAG, fui indicada pela linda da Juliana, lá do “Café com Livros”, adorei a ideia e lá vou eu responder né.

A tag consiste em responder os seguintes itens:
Escrever 11 fatos sobre você;
Responder as perguntas de quem te indicou;
Indicar 11 blogs com poucos seguidores;
Fazer 11 perguntas pra quem você indicar;
Colocar um imagem que mostre o selo do Liebster
Linkar de volta quem indicou;

11 Fatos sobre mim:

1 – Desde muito pequeninha eu amo escrever e ler, minha mãe conta que era só me dar um papel e lápis que eu ficava quietinha, aprendi a ler antes de ir para a escolinha, no caso foi à pré-escola e desde então eu não parei mais.

2 – Eu amo motos e eu falo que nasci para andar em duas rodas, antes mesmo de aprender a andar fiquei doente por um tico-tico (motinha infantil sabem), e minha mãe também conta que foi colocar eu em cima e sai andado, até frear a bichinha eu freiava, e ela não tinha freio, minha mãe fala que eu corria e virava o guidão.

3 – Até começar a trabalhar eu tinha pouquíssimos livros, só os que ganhava na escola e uns dois que ganhei da minha mãe, mas isso nunca foi empecilho para deixar de ler, eu era frequentadora assídua a bibliotecas e era uma delicia.

4 – Eu demoro uma eternidade para decorar nomes e mesmo depois de conversarmos muito eu provavelmente irei trocar seu nome, tenho uma dificuldade enorme em associar nomes a pessoas e inclusive de nomes de personagens a livros.

5 – Eu odeio que mexam em minhas coisas, seja o que for, algumas eu relevo, mas por dentro eu fico me corroendo e odeio que tirem as coisas no meu quarto de lugar, se alguém entrar e mexer eu algo eu irei saber.

6 – Sou viciada em coisinhas de papelaria, tudo, desde cadernos a canetinhas, quando entro em uma papelaria eu enlouqueço gente, pareço criança.

7 – Coleciono marcadores e adoro fazer trocas.

8 – Eu sou péssima falando, qualquer coisa que seja, ou qualquer explicação que tenha que dar, prefiro que seja por escrito, eu consigo me expressar melhor, e exatamente por isso eu odeio falar ao telefone.

9 – Para escrever as resenhas aqui do Blog escrevo primeiro no papel, eu tenho um caderno separado somente para isso, eu consigo escrever bem melhor com papel e caneta que com as teclas do computador, não importa o que seja.

10 – Eu sou viciada em exercícios físicos, principalmente musculação e pilates, que amo.

11 – Romance não é um gênero literário que faz meu estilo e só gosto dos chick lit quando tem muitas cenas engraçadas, se tiver muito drama eu vou acabar perdendo a paciência e não gostando do livro no final.

11 perguntas que a Jú me fez

1 – Livros de colorir: relaxam ou é só modinha? 

Para mim é só modinha, daqui a pouco surge outra coisa e as pessoas deixam de lado, só vai continuar quem realmente gosta, mas acho que as vendas devem cair, além disso, para mim não iria funcionar para relaxar, eu sou muito perfeccionista e a coisa ia acabar surtindo o efeito contrario, me deixando bem estressada 

2 – O que você acha de livros com continuações? 

Alguns eu acho legais, principalmente quando são muito bem escritos, mas a maioria eu acho desnecessário, tem series que, por exemplo, tem 4 livros, mas se tivesse 2 estaria passando de ótimo. 

3 – Você costuma ler ouvindo música? 

Não, na verdade eu só escuto musica quando estou trabalhando, escrevendo para o blog ou qualquer atividade que irei me concentrar, então a musica diminui os ruídos externos e no final eu nem presto atenção nela. 

4 – Você empresta seus livros? 

Sim, muito raramente, mas sim, eu só empresto para quem realmente confio e gosto, então se você teve um livro meu emprestado em mãos, se sinta amado. 

5 – Qual sua mania literária mais esquisita? 

Acho que não tenho nenhuma, cheiro livros, mas isso é ate normal e acho que essa é a coisa mais esquisita. 

6 – Qual livro você não recomendaria nem pro seu pior inimigo? 

Cuco da Julia Crouch, no meio do livro ela esqueceu que tinha alguém lendo aquilo, só consigo descrever a sensação dessa forma. 

7 – Por que você tem o blog? 

Eu lia muitos blogs, muitos mesmo, dai nasceu a vontade de também mostrar ao muito aquilo que eu achava, porque nem sempre eu concordava com a blogueira e achava os comentários meio inacessiveis. 

8 – Qual a coisa mais legal que você aprendeu com seu blog? 

Aprendi que há muitas pessoas que não iram achar o mesmo que você sobre determinado assunto, mas mesmo assim você deve respeita-la, não é porque está na internet que deve sair brigando com Deus e o mundo e quando te desrespeitam, o melhor é ignorar. 

9 – Qual blogueiro é a sua inspiração? 

Teve tantas, mas para o nicho literário, é a Pam Gonçalves, com certeza 

10 – O que você acha que falta na blogosfera? 

As pessoas serem quem elas são de verdade e pararem de copiar os outros, como por exemplo, gostar de determinadas coisas porque fulano gostou, isso me irrita profundamente. 

11 – Que evento você gostaria que fosse realizado na sua cidade? 

Qualquer evento literário, porque aqui é difícil ein, tem uma livraria, só para vocês terem ideia, graças a Deus existe a cidade vizinha.

Eu preciso fazer 11 perguntas:

1 – Qual é o livro que você mais gosta de todos os tempos?
2 – Cite um escritor que te marcou, aquele que você lembra sempre e indica para as amigas.
3 – Você tem uma meta ou separa X valor por mês para comprar livros?
4 – Qual é o melhor e o pior gênero literário em sua opinião?
5 – Qual a sua livraria física e virtual preferida?
6 – O pior filme de todos os tempos?
7 – Qual o assunto que você mais gosta de falar no seu Blog?
8 – O que te levou a ter um Blog?
9 – Qual o post mais difícil que você já fez e por quê?
10 – O que você faz para ter inspiração para escrever?
11 – O que você acha da vida de blogueira (planejar, escrever os post, fazer publicidade e etc...)?

Bem, aqui seria onde eu indicaria mais blogs para fazer, como eu não tenho ideia de quem fez ou não vou deixar em aberto, caso você viu, gostou e queira fazer, por favor me avisa para poder colocar o seu link aqui.

E não deixem de conferir as respostas da Jú, é só clicar aqui.

A filha do império

Olá gente, agora chegou a vez da resenha desse livro lindo que recebi de parceria com a editora Saída de Emergência, ele estava na minha lista de desejados do mês de abril, e o que fez chamar a minha atenção foi o fato da protagonista ser uma mulher e ela ser a governante de uma grande casa do império, adoro livros assim.

Bem, Mara é a filha mais nova da poderosa Casa dos Acoma, sendo assim, ela não teria direito a ser a sucessora de sua família, por escolha própria, ela resolveu ser uma sacerdotisa da Ordem de Lashima, a Deusa da luz interior.

Mas faltando algumas batidas do gongo da cerimonia de entrada na ordem ela foi retirada do templo, agora ela é a Senhora dos Acoma, e a Deusa deveria ter outros planos para ela.

Ao chegar em casa, Mara se depara com uma situação lastimável, seu exercito foi reduzido a quase nada, e a segurança de todos que fazem parte dos Acoma está comprometida, mas tudo o que ela deseja é chorar pelos seus mortos e descansar, e é nesse momento que ela aprende uma lição que levará para toda a vida: Nunca ser precipitada em suas atitudes, pois seus inimigos irão te atacar quando você menos esperar.

A partir desse acontecimento, ela percebe que sua corre um grande perigo e o nome dos Acoma pode deixar de existir se ela não agir rapidamente e de forma implacável contra seus maiores inimigos, ela começa a aprender o que é governar e principalmente a como funciona verdadeiramente o jogo do conselho, assim, ela poderá vingar a morte de seu pai e irmão, além de outros acontecimentos que tentam tirar a honra de sua família.

Mara se mostra implacável, dessa forma ela consegue vencer disputa após disputa no jogo do conselho, e mesmo com medo, consegue não hesitar naquilo que é necessário ser feito, há muitos perigos e tudo girar em torno de vencer ou morrer.

Bem, achei o livro bem intenso, são inúmeras as emoções sentidas junto com a Mara e seus amados súditos, gostei muito da forma que a personagem foi construída, com as suas fraquezas, mas também com o seu lado forte juntamente com a vontade de fazer com que as coisas acontecessem conforme ela havia planejado.

Finalmente, gostei muito da leitura, valeu muito a pena, o mundo criado é estranhamente diferente e igual ao que vivemos, mas as descrições de cena são muito boas e conseguimos imaginar como as coisas são.

Se você for ler ou tiver lido, deixa aqui nos comentários a sua opinião.

*Livro cedido pela editora para resenha

Sinopse: A Filha do Império - Mara, a filha mais nova da poderosa Casa dos Acoma, estava destinada a uma vida de contemplação e paz. Mas quando seu pai e seu irmão são mortos, sua vida muda de um dia para outro. Apesar do sofrimento, cabe a ela a tarefa de vestir o manto da liderança e enfrentar as dificuldades e os inimigos implacáveis.

Inexperiente na arte de governar, Mara terá de recorrer a toda a sua força e astúcia para sobreviver no Jogo do Conselho, recuperar a honra da Casa dos Acoma e assegurar o futuro de sua família. Mas quando percebe que os inimigos que quase aniquilaram a sua casa vão voltar a atacar com fúria renovada, Mara só tem uma dúvida: será que ela, apenas uma mulher, ainda quase menina, poderá vencer em um jogo perigoso no qual seu pai e seu irmão falharam?

“A Filha do Império cria um belo e estranho mundo.” – MoonprojectUK 

Para comprar é só clicar em um dos links: AmericanasSubamarinoFNACLivraria da Travessa ou Livraria Cultura

Resposta certa

Olá gente, primeiro, quero dizer que comprei esse livro – e mais um do mesmo autor – por ter gostado muito de Um dia, e desde da época que lançou, há algum tempo atrás, estava na minha lista de compras e finalmente eu acabei comprando.

Resposta certa conta a historia de Brian, um garoto de 19 anos que começa a cursar literatura inglesa na universidade e a viver este novo mundo.

De cara, após a primeira festa que ele vai, ele se apaixona por Alice, na verdade, já no primeiro dia na universidade, e a partir deste momento, tudo na vida dele gira em torno dela e conseguir fazer com que ela se apaixone por ele, não se importando muito por cima de quem ele tem que passar para conseguir isso.

Antes de qualquer coisa, ele é viciado em um programa de TV do tipo perguntas e respostas e quando, na festa, Alice pergunta se ele irá participar da seleção para escolher quem irá representar a universidade, a resposta é sim, e obviamente, agora o motivo é ainda maior para ele ir até lá, fazer o teste e arrebentar, ele acha que tem que mostrar para ele que é merecedor do seu amor.

Ele descobre que nem tudo irá sair como ele imaginou, nem tudo na universidade é fácil e participar do programa pode ser a pior coisa que ele pode tentar fazer.

Eu realmente me senti desapontada com esse livro, totalmente desapontada, achei que o personagem principal extremamente mal construído e fraco, ele é um adolescente que só faz merda, e o pior, só faz merda para conquistar uma garota, deixando ate os melhores amigos de lado, e além do mais, é extremamente chato e infantil.

Eu pensei em diversos momentos em abandonar a leitura, mas eu não gosto de fazer isso, se começo vou ate o fim, mas vou dizer, empacou todas as minhas outras leituras, porque tudo era mais legal que o livro e quando isso acontece, é difícil ein.

Uma pena, porque Um dia é realmente muito bom, e agora estou com medo de ler O Substituto e acontecer a mesma coisa, não li muitas coisas boas sobre ele, então vou deixar para daqui um bom tempo a frente, enquanto eu lembrar desse, não irei ler.

Alguém leu e teve uma opinião diferente da minha? Me conta ai.

Sinopse: Resposta Certa - O ano é 1985. Brian Jackson, com uma bolsa de estudos e ótimas notas, acaba de entrar para a universidade. E parece que finalmente conseguirá realizar um antigo sonho: aparecer em um popular programa de perguntas e respostas na televisão, onde poderá demonstrar todo o seu repertório de cultura geral. Após entrar para a equipe da faculdade e passar pela fase classificatória, Brian se prepara para seu primeiro embate televisivo, ao mesmo tempo em que se vê apaixonado por uma de suas colegas de time: a linda, inteligente e assustadoramente elegante Alice Harbinson. Quando Alice se recusa a ceder aos encantos ligeiramente ansiosos de Brian, ele aparece com um plano infalível para conquistar o coração de sua amada de uma vez por todas. Ele vai ganhar o jogo. A qualquer custo. Porque, afinal, todos sabem que o que uma mulher realmente procura em um homem é uma vasta gama de conhecimentos gerais... 

Para comprar é só clicar em um dos links: AmericanasSubmarinoLivraria da Travessa ou Livraria Cultura