A vidente

A vidente é o primeiro livro da trilogia “As irmãs Wherlock”, e na verdade, ele foi, dos três, o que eu menos gostei, talvez seja porque quando eu consegui me acostumar com a historia e com todos os personagens quando o livro já estava chegando ao fim. 

O livro conta a historia de Choloe Wherlock (juro que gostaria de saber como pronunciar o nome dela, se alguém souber me fala por favor) uma moça um tanto quanto rustica e esperta que tem visões de coisas que podem acontecer, principalmente visões ruins e de pessoas que não são tão próximas a ela. 

Além dela, toda a família Wherlock e Vaughn tem certos dons especiais, durante toda a historia vocês vão conhecendo alguns deles e seus dons especiais, além de saber que a família toda é reclusa justamente por causa das perseguições causadas por eles. 

Voltando a historia: Choloe tem uma visão da irmã com um bebe no colo e sente que precisa salvar essa criança, sem saber muito bem o que esta para acontecer ela decidiu ir ficar ao lado da irmã gravida e realmente consegue salva a criança da morte. 

Choloe sabe que deve respeitar e seguir as suas visões e com isso descobre que o destino de onde mora e do herdeiro da coroa está em suas mãos, além do destino do pai da criança também, Conde Julian Kenwood. 

A única coisa que Choloe não esperava era se apaixonar pelo conde, e muito menos que essa paixão fosse ser correspondida. 

A vidente tem ate uma temática boa, mas eu acho que a autora exagerou em alguns pontos, como no fato dos vilões da historia serem extremamente maldosos e burros e no amor estranho entre Choloe e Julian que acontece desde o começo do livro, na verdade a historia não tem nenhuma reviravolta fantástica, é apenas um livro para você ler do começo ao fim com um toque de sexo, dons espirituais e suspense, com tudo isso sendo ambientando na Inglaterra do século XVIII.

Sinopse: Estamos no século XVIII, na Inglaterra georgiana. Como todas as gerações de sua família, Chloe Wherlocke possui habilidades especiais, e o seu dom é enxergar além da visão física. 

Em 1785 ela prevê a morte de uma mulher que acabara de dar à luz e toda uma trama para atender a motivos escusos. Ao encontrar uma criança abandonada ao lado do corpo da mãe, ela salva o bebê e o cria escondido do mundo. Fazia isso por amor, mas talvez houvesse neste gesto alguma força do destino... 

Com o passar dos anos, Chloe descobre que o encontro com a criança não havia sido uma simples coincidência e nota, pouco a pouco, um desenrolar de acontecimentos que envolviam todos os membros de sua família, num jogo de traições, mentiras e assassinatos. 

Consciente de tudo, ela precisa ser rápida para salvar a vida do pai do menino, o conde Julian Kenwood, e avisá-lo que o filho não morreu. Mas, ao se aproximar da família Kenwood, Chloe percebe seu sentimento de proteção por Julian se transformar enquanto a cada momento tudo fica mais perigoso.

Para comprar é só clicar em um dos links: SubmarinoAmericanasFNACLivraria daTravessa ou Livraria Cultura

Um comentário:

  1. Que lindinho seu blwithcoveragr.blogspot.commeu tbm ? bjos
    popsicelwithcoveragr.blogspot.com :)

    ResponderExcluir