Cuco


Desde quando eu ganhei “Ladrão de Almas” eu queria esse livro, tudo isso porque dentro dele veio com um encarte perfeito e o começo do primeiro capitulo. Eu amei logo de cara e pensei, poxa vida esse livro deve realmente ser muito bom, e nem liguei para as resenhas que o pessoal postou dele. 

Quebrei a cara, isso é o que eu posso dizer para vocês, triste né, me arrependi de tê-lo comprado, e só não desistir da leitura por dois fatos, já que eu gastei dinheiro nele tinha que termina-lo e porque eu queria ver ate que ponto a autora poderia levar a historia do modo como estava. 

Os personagens são muito fracos, Rose é uma tremenda vadia e idiota, e Polly é muito estranha, mas nada de terror ou suspense, ela só quer se vingar por sua dita melhor amiga ter dormido quase dormido com seu marido, e ao final das contas, ela é totalmente normal, nada de sombrio como eu tanto esperava #chatiada. 

A historia é bem simples, as duas cresceram juntas, Polly e Rose, sofreram na infância e guardam segredos, é claro que os de Rose são bem mais prejudiciais que os de Polly, mas enfim, então as duas se casam com homens que eram amigos e vão viver em lugares separados, um dia o marido da Polly morre e Rose convida ela para ficar em sua casa com seus filhos, tudo esta indo muito bem, ate que coisas estranhas começam a acontecer e Rose perde totalmente as rédeas de sua vida e sua família. 

Num vou contar o final porque não quero estragar para quem vai ler ou estiver lendo e estiver gostando, mas eu achei bem decepcionante. 

Ao meu ver a Julia Crouch tinha uma grande historia na mão, mas escreveu tudo de forma errada, mais ou menos na metade do livro eu tive a impressão de que ela simplesmente esqueceu que alguém estava lendo, alguém mais leu e concorda com isso???

Sinopse: Polly é a mais antiga amiga de Rose. Então quando ela liga para dar a notícia que seu marido morreu, Rose não pensa duas vezes ao convidá-la para ficar em sua casa. Ela faria qualquer coisa pela amiga; sempre foi assim. Polly sempre foi singular — uma das qualidades que Rose mais admirava nela — e desde o momento em que ela e seus dois filhos chegaram na porta de Rose, fica óbvio que ela não é uma típica viúva. Mas quanto mais Polly fica na casa, mais Rose pensa o quanto a conhece. Ela não consegue parar de pensar, também, se sua presença tem algo a ver com o fato de Rose estar perdendo o controle de sua família e sua casa. Enquanto o mundo de Rose é meticulosamente destruído, uma coisa fica clara: tirar Polly da casa está cada vez mais difícil.

Para comprar é só clicar em um dos links: SubmarinoAmericanasLivraria da Travessa ou Livraria Cultura

3 comentários:

  1. Ainda não li. Por isso que sempre quando vou comprar um livro, pesquiso antes resenhas que falem dele, se tiver mais coisas negativa eu nem compro. mas isso também depende, se eu gostar da sinopse até que compro sem ver as opiniões sobre ele. Mas no geral, gosto de livros de romance policial, até hoje não me decepcionei com nenhum que li ^^

    Gostei da sua resenha e do seu ponto de vista, beijos flor
    http://drerodrigues.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. É um saco comprar um livro e depois ver que ele é ruim! >:x
    Estou lendo "Tudo aquilo que nunca foi dito" e estou detestando.
    A personagem principal é muito mimada!
    Valeu pela dica.

    mundodapoli.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei a dica, fiquei com vontade de ler! :D
    Beijos

    http://basobral.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir