Eleanor & Park

Fazia tempo que eu estava querendo os livros da Rainbow Rowell, e finalmente tive que comprar os três livros publicados no Brasil da autora, e o primeiro que li, obviamente, foi o primeiro a ser publicado, Eleanor & Park.

Eleanor é uma garota que mora junto com seus irmãos, sua mãe e seu padrasto, ela não se conforma como as coisas são dentro de casa, mas se vê impossibilitada de fazer alguma coisa sobre, pois, após a sua ultima tentativa, ela acabou ficando na casa de estranhos por um ano e assim aprendera a sua lição.

Park é um cara normal, filho de uma Coreana com um americano, eles se conheceram em plana guerra e continuam apaixonados mesmo depois de tantos anos, além disso, Park tem um irmão, que é totalmente o oposto dele e muito mais parecido com seu pai, tanto em sua fisionomia, quanto mentalmente. Ele é o clássico nerd dos anos 80, gosta de jogar videogames, de ouvir musicas diferentes e principalmente, de ler os seus quadrinhos, além disso, por insistência de seu pai, ele sabe lutar taekwondo e se proteger sozinho, apesar de não haver necessidade, Park conseguiu conquistar o respeito de seus colegas de classe, assim ninguém mexe com ele.

Quando Eleanor finalmente consegue voltar para a sua família descobre que nada é como era antes, para começar, agora eles moram em uma casa de quatro cômodos, mas um banheiro – que não tem portas –, um lugar totalmente decadente, onde mal há espaço para duas pessoas, muito menos para todos eles juntos, dessa forma, não cruzar com seu padrasto é quase uma missão impossível.

Como se as coisas já não estivessem difíceis, ela descobre que tem de mudar de escola, na anterior ela era deixada de lado, mas pelo menos havia alguns amigos, o que parece não está nem perto de acontecer na atual e os conflitos já começam dentro do ônibus, todos parecem sentir repulsa de ter ela por perto e ver isso nos rostos de cada um é extremamente difícil, mas mesmo assim ela não se sente derrotada. Finalmente alguém cede e ela consegue se sentar, não foi a mais educada das boas vindas, mas era o que tinha no momento.

Talvez com o passar dos dias as coisas melhorassem, mas não era esse o rumo que estavam tomando, e um momento de conforto era lê, disfarçadamente os gibis do cara que sentava ao seu lado por duas vezes ao dia. Até que um dia ele percebeu o que acontecia, e para contrariar as regras do que estava acontecendo ate ali, ele começou a passar as paginas mais lentamente e aos poucos essa amizade foi evoluindo e o primeiro amor é apresentado para ambos.

A historia de amor deles é construída com muita calma, vai acontecendo aos poucos e é estranho inclusive para os dois, e isso, ate certo ponto, é bonitinho. A descrição da estupidez humana e todos os seus preconceitos também estão incluídos de uma forma lenta, pouco a pouco você vai percebendo o nível que as coisas estão, ate chegar em um nível insuportável para os personagens, que são vitimas das escolhas de outras pessoas, que, muitas vezes, são tão vitimas e tão atingidas quanto os demais.

Não foi um livro que me emocionou tanto, vi algumas coisas que poderiam ser melhores desenvolvidas, mas é um bom livro, leve e fácil de ler, sem grandes suspenses ou mesmo cenas, é bonitinho e só, daquele tipo para ler em viagens, sem ter que prestar grande atenção nas cenas sabe.

Sinopse: Eleanor & Park - Eleanor é a nova garota na cidade, e ela nunca se sentiu mais sozinha. Todas as roupas estranhas, cabelo ruivo caótico, e uma vida familiar cheia de problemas, ela não poderia ficar mais de fora nem se tentasse. Então ela senta no ônibus ao lado de Park. Calmo, cuidadoso e - aos olhos de Eleanor - impossivelmente legal, Park acredita que ficar fora do caminho é o melhor jeito de sobreviver ao colegial. Devagar e instantaneamente, através das conversas tarde da noite e uma grande pilha de fitas, Eleanor e Park se apaixonam. Eles se apaixonam do jeito que sempre é a primeira vez, quando se tem 16 anos, e não há nada e tudo a perder. Ambientado no ano escolar de 1986, Eleanor & Park é engraçado, triste, chocante e verdadeiro, uma viagem nostálgica para quem nunca esqueceu seu primeiro amor.

Para comprar é só clicar em um dos links: AmericanasSubmarino ou Livraria da Travessa

24 comentários:

  1. Que pena não ter sido um livro que te emocionou...não sei se lerei esse livro, pois gosto de livros impactantes, e esse não parece ser pelo que li. Mas quem sabe? Talvez eu leia ao menos o inicio pra ver se me instiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gosto mais de livro impactantes, mas acho que para passar o tempo, em uma leitura mais leve, pode valer a pena.

      Excluir
  2. Concordo super com a sua resenha! Tb achei uma leitura leve, bacana, mas nao consegui me emocionar mt ;/
    Parabéns pelo blog! bjs

    http://pelegrinieasociedadedoanel.blogspot.com.br/2015/03/resenha-clube-da-luta.html#comment-form

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeee, alguém que concorde comigo kkkkkkkk, porque todos dizem que ele é lindo e emocionante, já estava ficando preocupada de ser do contra kkk.

      Obrigada, bjos

      Excluir
  3. Olá!!

    Eu não li ainda, tenho muita curiosidade porque logo quando lançou, todoo mundo leu e ficou falando sobre ele, acho que isso encheu muita gente de esperança de que era um ótimo livro, uma pena que ele seja só fofinho e não tem uma hstória que nos prenda muito né?
    Ótima resenha!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem quem ache que é um livro super emocionante, eu realmente como você disse, só achei ele fofinho, talvez quando você ler, ache o oposto.

      Bjos

      Excluir
  4. Oi Tati!
    Eu já ouvi falar bastante desse livro, mas confesso que não fiquei muito inclinada a lê-lo não. O que mais me chamou atenção foi a capa mesmo, que é linda, né?

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, todas as capas da Rainbow Rowell eu acho lindas, o melhor que são as capas originais dos publicados nos EUA.

      Bjo

      Excluir
  5. Oii.
    Ainda não li esse livro, mas parece ser bem fofinho embora não tenha te emocionado tanto haha
    Me interessei ;)

    Beijos ;*
    Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Thaysa,
      Ah, gosto é difícil, você pode lê-lo e se emocionar muito kkkkkkk, mas leia sim, é gostoso de ler, então acho que mesmo se não se emocionar, vale a pena, estou com os outros para ler, vou ver se começo logo.

      Bjos

      Excluir
  6. Olá,
    você é a primeira pessoa que eu vejo resenhar este livro e dizer que ele não é "tudo isso". Agora fiquei bem intrigada a lê-lo e ver o que eu acho kkk
    Espero pela resenha dos outros dois livros que você tem! Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jessica,
      Sou do contra kkkkkkkkkkkkkk, mas leia sim, ele é leve e gostoso de ler, então acho que vale a pena sim.

      Bjos

      Excluir
  7. Oi, tudo bem?
    Estou mega curiosa pra ler qualquer livro da Rainbow, estão todos falando tão bem dos livros dela, em especial sobre o Eleanor and Park, que parece uma história incrível! Uma pena que você tenha meio que se decepcionado, mas acho que boa parte da culpa deve-se ás expectativas que esse povo põe na gente falando tão bem hahaa. Por isso que vou esperar bastante antes de realmente pegar pra ler, haha.
    Beijos
    www.romaneseleituras.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, tudo sim e com você?
      Ah, concordo totalmente com você, acho que vou gostar mais dos outros, porque não tem tantas pessoas falando deles, e realmente não estou esperando nada sabe. Mas lê sim, que vale a pena, é uma leitura fácil e gostosa sabe.

      Bjos

      Excluir
  8. Oie!
    Pena o livro não ter te emocionado tanto assim, eu li e amei demais! Achei a história tão tocante.
    a narrativa da Rainbow é uma delicia, estou doida para ler outros livros dela. Já quero conferir suas resenhas. ;)

    Beijos ♥
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Juh!
      Sim, adorei o jeito que ela escreve, é tão gostoso, mas acho que as expectativas estavam muito grandes e por isso não achei tão emocionante, provavelmente irei gostar mais dos outros, pois ate agora não li nada sobre eles kkkk, vou ver se começo logo a leitura.

      Beijos

      Excluir
  9. Oi, Tati!
    Nossa, fiquei surpresa com a sua resenha. A grande maioria das resenhas que vejo desse livro, são de pessoas morrendo de amores por ele. Mas eu digo sempre que, cada livro funciona de maneira diferente para cada leitor, né. Uma pena não ter sido uma leitura que te agradou tanto.

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Jaque,
      Cheguei a conclusão que minhas expectativas estavam muito grandes para com esse livro, porque todo mundo está dizendo o mesmo que você kkkkkk, mas já estou lendo "Fangirl" e vamos ver no que dá.

      Beijos.

      Excluir
  10. Você é a primeira pessoa que vejo dizer que não se emocionou tanto. Tenho altas recomendações e, apesar de estar com o livro aqui a meses, ainda não consegui me entregar a essa leitura. Acho que o ponto mais marcante para mim será a crueldade humana. Li dois livros sobre bulliyng recentemente e isso sempre mexe muito comigo.

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, sobre Bulliyng eu li "A lista negra" e depois dele, todos os livros sobre o tema parecem meio bobinhos sabe, sem muita profundidade, chorei horrores lendo e a emoção foi enorme, e com esse e outros do mesmo tempo não achei tão profundo ou emocionante quanto.

      Beijos.

      Excluir
  11. Oieeee!! Sou apaixonada pela escrita da Rainbow, já li todos os livros da autora publicados aqui no Brasil, e com certeza E & P foi o que mais me emocionou! É uma pena que com você essa magica não tenha acontecido, pois pra mim foi coisa de outro mundo o que senti fazendo essa leitura <3

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, estou lendo "Fangirl" agora, e está sendo muito melhor, estou amando, acho que as expectativas para "Eleanor & Park" foram muito grandes e acabaram atrapalhando.

      Beijo

      Excluir
  12. Esse é o livro n°1 da minha lista de compra em 2015. Gostei da sinopse e sua resenha é muito boa. O livro parece não ser tão impactante, mas deve ser porque o foco é na relação dos personagens com os outros. As lições que devem aprender com suas escolhas e as dos outros.

    Vou comprar e ler.
    Beijos

    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste mais do que eu gostei Joanice kkkk, mas estou sendo mais feliz com os outros livros da autora.

      Beijos

      Excluir