Fangirl

Fangirl é o segundo título da Rainbow Rowell publicado no Brasil, e o segundo livro dela que eu li. Após Eleanor & Park eu não fiquei esperando muito do próximo livro da mesma autora, eu gostei, como vocês podem conferir na resenha, mas não me emocionei tanto quanto as pessoas falam, sendo assim, Fangirl se tornou uma surpresa boa.

Cath é uma garota que vive no mundo virtual, ela é fissurada em uma série de livros e filmes com o personagem principal chamado Simon Snow (estilo Harry Potter mesmo, sabe), e tem uma fanfic chamada “Vá em frente”, que escrevia com sua irmã gêmea, Wren, ate que esta decidiu que era hora de parar com isso e crescer.

A história começa quando as duas vão para a faculdade, de repente Wren não é mais a mesma pessoa que Cath conheceu, nem dividir o quarto com sua irmã ela quer mais, tudo agora é conhecer pessoas novas e participar das festas de fraternidades.

Enquanto isso Cath se vê perdida, Wren sempre fora a mais forte e confiante das duas, mesmo quando a mãe as deixou, para ela, ficar longe da irmã é uma tortura e ela sente que não se encaixa em lugar algum, não quer conversa com essas pessoas estranhas que tentam puxar assuntos e muito menos fazer amizade com uma delas.

Aos poucos parece que as coisas vão se encaixando, ela ainda sente muita falta da Wren, mas agora tem um parceiro de escrita e sua relação com sua colega de quarto, Reagan, e seu namorado, Levi, parece estar okay, e as coisas estão evoluindo.

Mas muita coisa acontece ao mesmo tempo, e essas coisas não estão okay, na verdade não estão nada bem, e em determinados momentos, parece que tudo irá sair dos trilhos e desabar.

Entre aulas, capítulos na fanfic e um projeto de escrita que ela não pretende acabar, Cath começa a conhecer um pouco mais do amor e junto com isso começa a finalmente amadurecer, mas sem deixar de lado ou perder quem ela é.

Gostei muito de Fangirl, principalmente por que mostra o quanto é difícil amadurecer, principalmente sem o apoio de uma mãe e se preocupando tanto com as pessoas pertencentes a sua família, o quanto é difícil é deixar de lado as velhas manias que são prejudiciais, ou mesmo amadurecer com inteligência, me via em algumas situações e foi algo do tipo: Nossa, é assim mesmo, e como foi/é difícil.

É claro que acho que teve algumas coisas desnecessárias, como os capítulos de Simon Snow e da Fanfic, pois cortava no meio a continuação da historia, mas também vi o lado de a Cath usar isso para se esconder do mundo, ao mesmo tempo em que se mostra ao mundo, mas como a Magicath.

Bem, é um livro leve, a escrita da Rainbow é uma delicia, você come as palavras, com uma historia de fácil entendimento e que me agradou muito mais que o primeiro titulo da autora, daqui um tempo vou ler “Anexos” e coloco a resenha aqui também.

Sinopse: Fangirl - Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme.Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentouna vida real.

Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto.
Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências.

Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?

Para comprar é só clicar em um dos links: AmericanasSubmarinoLivraria da Travessa ou Livraria cultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário