Editoras Parceiras


Geraldo Jordão Pereira (1938-2008) começou sua carreira aos 17 anos, quando foi trabalhar com seu pai, o célebre editor José Olympio, publicando obras marcantes como "O menino do dedo verde", de Maurice Druon, e "Minha vida", de Charles Chaplin.
Em 1976, fundou a Editora Salamandra com o propósito de formar uma nova geração de leitores e acabou criando um dos catálogos infantis mais premiados do Brasil. Em 1992, fugindo de sua linha editorial, lançou Muitas vidas, muitos mestres, de Brian Weiss, livro que deu origem à Editora Sextante.
Fã de histórias de suspense, Geraldo descobriu O Código Da Vinci antes mesmo de ele ser lançado nos Estados Unidos. A aposta em ficção, que não era o foco da Sextante, foi certeira: o título se transformou em um dos maiores fenômenos editoriais de todos os tempos.
Mas não foi só aos livros que se dedicou. Com seu desejo de ajudar o próximo, Geraldo desenvolveu diversos projetos sociais que se tornaram sua grande paixão.
Com a missão de publicar histórias empolgantes, tornar os livros cada vez mais acessíveis e despertar o amor pela leitura, a Editora Arqueiro é uma homenagem a esta figura extraordinária, capaz de enxergar mais além, mirar nas coisas verdadeiramente importantes e não perder o idealismo e a esperança diante dos desafios e contratempos da vida.



A EraEclipse iniciou suas atividades no segundo semestre de 2012.
Em Janeiro de 2013, a editora publicou seu primeiro título, o livro Jardim de Escuridão, 1º volume da Trilogia das Cartas, e em Setembro publicou o 2º volume da mesma série, Versos Sombrios, na Bienal do Livro do RJ, e os dois volumes foram sucesso de vendas nesta edição do evento.
A Editora, embora ainda tenha pouco tempo de vida, já participou da Bienal de 2013, com um estande simples e arrojado. E em outubro de 2013, a autora Bianca Carvalho foi convidada a participar da 1ª Feira Literária de Valença RJ, FLIVA.
No início de 2014, mais um livro foi lançado, desta vez, abrindo o catálogo de autores da EraEclipse. Tenshi foi o título escolhido, escrito por Luciane Rangel e ilustrado por Ana Cláudia Coelho, que está ganhando o coração dos jovens e otakus do país.



A editora Sextante e a editora portuguesa Saída de Emergência, dos irmãos António Vilaça Pacheco e Luís Corte Real, darão início a uma nova operação: A Saída de Emergência Brasil. Assim como a sócia portuguesa, a nova editora é dedicada a livros de fantasia e romances históricos luso-brasileiros.
A Coleção Bang! lançará títulos de horror, ficção científica e fantasia. Os primeiros livros a serem lançados ainda em 2013 são "Mago - Aprendiz", de Raymond E. Feist, considerado uma obra-prima da literatura fantástica, "A Corte do Ar", de Stephen Hunt e "Tigana", de Guy Gavriel Kay, que revolucionou a fantasia histórica. De acordo com o cronograma editorial, a previsão é publicar um novo livro por mês em 2014.Repetindo uma experiência bem sucedida em Portugal, a nova editora também publicará uma revista quadrimestral dedicada à cultura do fantástico, desde a literatura ao cinema e HQs, não faltando entrevistas, ensaios e ficção. O melhor da revista? A distribuição é gratuita.
Publicado em 30 Setembro 2013



Numa época em que o homem só dispunha do céu e das estrelas para se orientar, o Sextante era uma ferramenta fundamental para se atingir o destino desejado. Observando através do Sextante, o navegador se norteava, medindo a distância entre os astros e o horizonte.
Foi por essa razão que escolhemos o nome Sextante para nossa editora. Vivemos, nesse início do terceiro milênio, um momento de inquietação e ansiedade, em que a aparente perda de valores essenciais convive com uma intensa busca da felicidade. Conscientes dessa realidade, investimos para que cada produto da Sextante seja um instrumento precioso para alcançar a paz interior, a espiritualidade e o crescimento pessoal, tratando sempre de temas importantes para a plena realização humana.
Tendo por denominador comum a busca da felicidade e da realização pessoal, nossos livros abrangem temas que vão do desenvolvimento espiritual à descoberta da vocação profissional, passando pela conquista da própria identidade e do amor que se deseja.
Fundada em 1998, a Sextante tem entre os seus autores Brian Weiss, James Van Praagh, James Hunter, Augusto Cury, Allan e Barbara Pease, Mark W. Baker e Hugh Prather.